Joomla gallery by joomlashine.com

Banners Promocionais

HomeQuartas de Cultura

Quartas de Cultura

na OET as Quartas são de Cultura - 02-10-2013 (com fotos do evento)

Durante o último ano e meio, a Ordem dos Engenheiros Técnicos – Secção Regional do Norte tem levado a efeito, às sextas-feiras, ações de formação designadas como “Jornadas Técnicas” que visam habilitar os membros da Ordem de conhecimentos extra curriculares de âmbito profissional.

Para o terceiro quadrimestre de 2013, a Direção da Secção Regional do Norte da OET decidiu elaborar um programa, designado, “Na OET as Quartas são de Cultura!”, que tem em vista dar a conhecer a vida e obra de “personalidades” e de “organismos” dedicados à cultura e à política. A primeira fase desta ação prevê a participação de ex-alunos dos Institutos Industriais, dos Institutos Superiores de Engenharia e dos Institutos Politécnicos que abdicaram da atividade de engenharia e se dedicaram a outras profissões como a política, a escrita, o desporto, as artes decorativas o teatro e o cinema, em todas as suas vertentes.

A segunda fase desta ação tem em vista dar a conhecer não só as entidades culturais da cidade do porto e do país, assim como, escritores, atores, pintores e escultores de relevância regional/nacional.

Para a quarta-feira, dia 2 de outubro de 2013, na Sede da Secção Regional do Norte, sita à Rua Pereira Reis, n.º 429, Porto, entre as 18 e as 19,30 horas, neste programa “Na OET as Quartas são de Cultura!” estará presente a atriz Márcia Breia.

Nesta ação, a atriz Márcia Breia explicará, de forma breve, como contribuiu a escola na formação generalista que possui, a mudança para o teatro e para as telenovelas e outros temas que considera de interesse abordar da sua vida, atualmente com 69 anos de idade.

Márcia Breia frequentou o Instituto Industrial do Porto – atual Instituto Superior de Engenharia do Porto - nos anos 60, no curso de Química Laboratorial e Industrial e, segundo as palavras dela “ … para o bem da química não o fiz …” , tendo tido a sua estreia no Teatro S. João do Porto, - agora Teatro Nacional S. João - enquanto atriz do Grupo de Teatro do Instituto Industrial do Porto, tendo-se estabelecido em Lisboa, no Teatro Cornucópia, desde 1975 até ao ano de 2010 e, paralelamente, nas telenovelas da TVI, onde ganhou notoriedade pela variedade de personagens que desempenhou, sempre com grande êxito.

Em Dezembro de 2012, no programa da TVI Face to Face, da responsabilidade da apresentadora Felipa Garnel, a atriz Márcia Breia, sintetizou o seu pensamento atual, no mural reservado aos convidados do programa, na frase “Direito a envelhecer com dignidade, com inteligência, e pairar acima do plano do que é óbvio. Um beijo para os atores, técnicos e pessoas que sofrem como eu, o deserto cultural !...”.

Assim, vimos por este meio convidar o(a) colega a estar presente nesta nova iniciativa da Ordem dos Engenheiros Técnicos – Secção Regional do Norte no próximo dia 2 de Outubro, na Rua Pereira Reis, n.º 429, Porto, entre as 18 e as 19,30 horas, neste programa “Na OET as Quartas são de Cultura!”.

na OET as Quartas são de Cultura

Fotos

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

 

 

na OET as Quartas são de Cultura - 15-01-2014 (com fotos do evento)

Depois do êxito da participação da atriz Márcia Breia ““Na OET as Quartas são de Cultura!” no mês de outubro, a Direção da Ordem dos Engenheiros Técnicos – Secção Regional do Norte tem o prazer de anunciar a participação neste programa do actor / encenador Júlio Cardoso, individualidade maior da cultura nacional.

Esta ação terá lugar no dia 15 de janeiro de 2014, na Sede da Secção Regional do Norte, sita à Rua Pereira Reis, n.º 429, Porto, entre as 18 e as 19,30 horas.

O ator / encenador Júlio Cardoso falará dos seus mestres e das suas participações como ator de Teatro, de Ópera, de Cinema e de Televisão.
Como ator e encenador interpretou e dirigiu autores clássicos e contemporâneos, sendo de destacar: William Shakespeare – Bertold Brecht – Miguel Unamuno – Paer Lagerkvist – Carlo Goldoni – Karl Wittlinger – António Pedro – Túlio Pinneli – José Régio – Gil Vicente – Leon Chancerel – António José da Silva – Joseph Kesselring – Bizet – Raúl Brandão – E. Labiche – Papiniano Carlos – Stella Leonardos – Terence Mcnally – Carrigialle – António Tabucchi – Robert Anderson – Sófocles – Camilo Castelo Branco – Jean Genet – Ricardo Monti – Dário Fo – Marcelo Rubens Paiva – Ionesco – Gervásio Lobato – Mário Cláudio – Almeida Garrett – Pam Gems – Fassbinder – Michael Frayn – Eric Emmanuel-Schmitt – Carl Djerassi – Roald Hoffman – Roberto Cossa – Margarida Fonseca Santos – António Skármeta – Gluck – Orlando Neves – Pedro Bandeira Freire – Victor Haim – Augusto Cuzzani – Luís Francisco Rebelo – Luís Humberto Marcos – John Osborne – Bernardo Santareno – Plínio Marques – Pedro Barbosa – Maricla Boggio – Cliford Odets – Armand Salacrou – Camões – Nelson Rodrigues – Hugo Claus – Copi – Friedrich Durrenmat – Eça de Queirós – Nicolau Gogol – Samuel Becket – Federico Garcia Lorca – Luigi Pirandello – Anton Tchecov – Heiner Müller – Oswaldo Dragun – Thomas Bernhard e outros.

Mas a sua participação cultural não se bastou nesta atividade. Foi fundador e motor de vários organismos artístico-culturais que, entre outros, se destaca o FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica – a APTA – Associação Portuguesa de Teatro Amador – o Círculo Portuense de Ópera - o Círculo de Divulgação Teatral de Goa – a  ATADT – Associação Técnica e Artística da Descentralização Teatral - a Companhia SEIVA TRUPE - a Academia Contemporânea do Espetáculo – a Escola Oficial de Formação Teatral – o Curso Superior de Teatro da Escola Superior Artística do Porto - a ADN – Agência para o Desenvolvimento do Norte Teatral - a AMAR - Associação Mutualista dos Artistas – CASA DO ARTISTA / NORTE.
Além desta imensa atividade, recebeu inúmeros prémios, de diversas entidades e de cariz universal, distinções como: Prémio Santiago – Galiza – Melhor direção / 1991; Prémio Casa da Imprensa – 1992; Medalha de Ouro de Mérito Cultural da Cidade do Porto; Homenagem Pública – EntretantoTeatro / Câmara M. de Valongo; Homenagem Pública – Centro Dramático de Viana – Teatro Municipal Sá de Miranda; Homenagem Pública – Teatro Municipal Constantino Nery / Câmara Municipal de Matosinhos; “Prémio Júlio Cardoso para Jovens Encenadores”, instituído pelo FITEI como tributo aos 50 anos de carreira; Voto Congratulação unânime Executivo C. M. do Porto; Medalha de Mérito Distrital, atribuída pelo Governo Civil do Porto e entregue pela Ministra da Cultura; Prémio de Carreira Fantasporto – Festival Internacional de Cinema; Homenagem Teatro Construção Centro Cultural de Joane – V. N. Famalicão; Homenagem Federação Portuguesa de Teatro; Prémio Nacional de Teatro Ruy de Carvalho; Medalha de Mérito Cultural Câmara Municipal de Ponte da Barca.

Júlio Cardoso refere “... o que se está e o que se vai fazer, aí poderá haver algum interesse. Hoje e amanhã é o que interessa.”.

Assim, vimos por este meio convidar o(a) colega a estar presente nesta iniciativa da Ordem dos Engenheiros Técnicos – Secção Regional do Norte no próximo dia 15 de janeiro, na Rua Pereira Reis, n.º 429, Porto, entre as 18 e as 19,30 horas, neste programa “Na OET as Quartas são de Cultura!”

na OET as Quartas são de Cultura

Fotos

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

 

 

na OET as Quartas são de Cultura - 12-02-2014 (com fotos do evento)

Depois do êxito da participação da atriz Márcia Breia e do ator / encenador Júlio Cardoso “Na OET as Quartas são de Cultura!” no mês de outubro de 2013 e janeiro passado, respetivamente, a Direção da Ordem dos Engenheiros Técnicos – Secção Regional do Norte tem o prazer de anunciar a participação neste programa do produtor/ator/animador sociocultural Mário Moutinho.

Esta ação terá lugar no dia 12 de fevereiro de 2014, na Sede da Secção Regional do Norte, sita à Rua Pereira Reis, n.º 429, Porto, entre as 18 e as 19,30 horas.

O produtor/ator/animador sociocultural Mário Moutinho falará da sua formação artística na área do cinema, na sua carreira no teatro e da sua experiência profissional nas áreas da televisão, rádio, produção e animação sociocultural. Depois, contará estórias…

Mário Moutinho

Entre 2005 e 2013 foi diretor artístico do FITEI Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica.

Fundou duas companhias teatrais na cidade do Porto:  TAI (1977/1985), onde participou como actor, encenador, autor e coautor; e Teatro de Marionetas do Porto, onde trabalhou como actor/manipulador, autor de textos e coordenador de produção. Foi diretor de produção da companhia desde 1993 até 2001 e é membro da sua direção.

Como criador de vídeos de cena, encenador, assistente de encenação, autor e actor, colaborou com quase todas as companhias da cidade do Porto tendo trabalhado com inúmeros encenadores, entre os quais Carlos Avilez, de quem foi assistente, Alberto Bokos, Júlio Castronuovo, Roberto Lage, Roberto Merino, Júlio Cardoso, José Caldas, João Paulo Seara Cardoso, Fernanda Lapa, Fernando Gomes, José Leitão, José Carretas, Norberto Barroca, Castro Guedes, José Topa e Claire Binyon.

No cinema, trabalhou como actor em filmes de Manuel de Oliveira, António Pedro Vasconcelos, João Mário Grilo, José Fonseca e Costa, Fernando Rocha, Jean Claude Biette, André Abet e Paulo Rocha. Realizou os filmes ‘A História da Carochinha’, ‘Lugar Comum´ e ‘Making of Coisas e Loiças’. Foi estagiário no filme ‘Chimères’. Realizou inúmeros spots para televisão, produziu filmes de André Delhaye e Paulo Castro. Como actor participou em inúmeras curtas-metragens, nomeadamente de Saguenail e Regina Guimarães. Foi assistente de produção no Porto do filme italiano Marcelo Mastroanni Autorritrato de Anna Maria Tatto.

Na televisão foi actor permanente na série ‘Clube Paraíso’ sob a direcção artística de Paulo Grisolli e actor principal em ‘Os Andrades’ sob a direção de António Moura Ramos. Participou ainda nas séries ‘Major Alvega’, ‘Almeida Garrett’, ‘Triângulo Jota’ e ‘Elsa’, e nas séries para crianças ‘Contos das Mil e Uma Noites’, ‘Mopi’, ‘A Árvore dos Patafúrdios’, ‘Os Amigos do Gaspar’ e ‘No Tempo dos Afonsinhos’.

Alguns dos seus últimos trabalhos no teatro foram ‘Histórias do Fim da Rua’ como autor da versão cénica e encenador, a ópera ‘A Árvore dos Sonhos’, como autor do libreto e encenador, o projeto ‘Quem conta um conto’, que integrou as comunidades imigrantes da cidade do Porto, como diretor artístico e, mais recentemente, foi criador e encenador de espetáculos baseados nas músicas de João Loio, encenador da ópera ‘Flauta Mágica’ de Mozart e autor da ideia original da ‘Sinfonia Erasmus’.

Foi diretor de programação do Coliseu do Porto entre Novembro de1989 e Novembro de1991 e diretor de produção de Apiarte e do Teatro de Marionetas do Porto. Trabalhou com artistas plásticos portugueses e estrangeiros na criação de videoarte. Organizou exposições de vídeo -instalações, mostras de vídeo e festivais de cinema independente, como o Juvecine, coordenou o sector vídeo das Jornadas de Arte Contemporânea. Foi técnico de animação cultural no FAOJ/Instituto da Juventude e locutor/realizador radiofónico.

Assim, vimos por este meio convidar o(a) colega a estar presente nesta iniciativa da Ordem dos Engenheiros Técnicos – Secção Regional do Norte no próximo dia 12 de fevereiro, na Rua Pereira Reis, n.º 429, Porto, entre as 18 e as 19,30 horas, neste programa “Na OET as Quartas são de Cultura!”.

na OET as Quartas são de Cultura

Fotos

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

 

 

na OET as Quartas são de Cultura - 04-06-2014

quartas de cultura

 

Pesquisar:

Contactos

ContactosContactos das várias secções e delegações da Ordem dos Engenheiros Técnicos.

ler mais ...

Bolsa de Emprego

Docs / SupportAqui poderá verificar as últimas ofertas de emprego

ler mais ..

Revistas

Revistas da Secção Regional Norte Veja as várias edições da Revista "Tecnologia e Vida" da Secção Regional Norte

ler mais ...

Go to top